WEEL NOMEIA BRASILEIRA
MIRIAM SANGER COMO DIRETORA
DE MARKETING

Fintech de antecipação de recebíveis 100% digital
tem escritórios no Brasil, Israel e Luxemburgo

Publicado em julho de 2018 

A WEEL, primeira fintech de crédito focada na antecipação de recebíveis 100% digital e integralmente baseada no uso de inteligência artificial e big data, acaba de nomear a brasileira Miriam Sanger para a sua diretoria de marketing. Com escritórios no Brasil, Israel e Luxemburgo, a WEEL despontou há quatro anos no segmento de Fintechs com uma bem sucedida operação envolvendo empreendedores brasileiros, israelenses e norte-americanos. A oferta de antecipação é voltada especificamente para empresas brasileiras de pequeno e médio porte.

Com a entrada de Miriam, que ficará baseada em Telavive, a WEEL inicia uma nova fase de consolidação da própria imagem e de disseminação do conceito de antecipação online de recebíveis. Um dos desafios da executiva é destacar junto ao público brasileiro essa opção e manter a taxa histórica de 31% de crescimento mensal que a empresa vem mantendo desde a fundação.

De acordo com Simcha Neumark, fundador e CEO da WEEL, “o mercado nacional está começando agora a conhecer esse modelo digital de fomento comercial para as pequenas e médias empresas. Nossa grande contribuição nesse segmento, onde atuamos com sucesso há quatro anos, se dá por meio da inteligência embutida no serviço: em instantes, nosso sistema analisa a saúde do solicitante e, assim, temos condições de oferecer taxas generosamente mais atraentes do que factorings ou bancos”.

Miriam Sanger, nascida em Recife, se formou em São Paulo e vive desde 2012 em Israel, atuando como jornalista internacional (foi correspondente da Folha de SPaulo, Estadão, O Globo e Época Negócios). Em 20 anos de carreira no Brasil, a executiva dirigiu agências de consultoria de marketing e comunicação, respondendo por contas de vários segmentos da indústria, como Cyrela, Volkswagen, CPM Braxis, DaimlerChrysler, Sun Microsystems e Odebrecht.

Na visão da nova diretora, empresas inovadoras com base tecnológica como a WEEL precisam encarar o desafio de converter sua mensagem para uma linguagem acessível aos empresários e executivos brasileiros e encorajá-los a utilizar seus produtos com a máxima naturalidade. “O modelo de operação da WEEL rompe as impossíveis barreiras geográficas do Brasil e democratiza o acesso à antecipação para as pequenas e médias empresas”, explica Miriam.

Além disso, muitas empresas ainda não conhecem as vantagens dessa operação como uma alternativa barata de fomento e uma ferramenta de suporte para o crescimento do negócio. “Aos poucos, vamos provar que lidar com desconto de recebíveis, tendo o apoio de uma empresa de fomento mercantil, não precisa mais ser algo frustrante, complicado e ameaçador. Ao contrário, pode ser uma experiência digital justa, estimulante e veloz”, conclui Miriam Sanger.

Sobre a WEEL

A WEEL (anteriormente WorkCapital) foi fundada em 2014 por empreendedores com vasta experiência no mercado financeiro e de Big Data, e amplo domínio dos novos movimentos de transformação digital dos negócios. Seu objetivo é oferecer capital líquido de forma descomplicada para melhorar o fluxo de caixa das empresas através da antecipação de recebíveis.

Para tanto, a WEEL substituiu os velhos métodos de análise de risco, limitados a poucos indicadores e muita burocracia, por algoritmos baseados em inteligência artificial que avaliam mais de 1.500 fontes de dados com grande agilidade a partir de informações de ERPs, redes sociais, cadastros negativos, instituições financeiras, cartórios, publicações do mercado etc.

Os sócios são os brasileiros radicados em Israel, Simcha Neumark e Shmuel Kalmus. Em quatro anos de operação, a WEEL participou do programa global de aceleração do Citibank, o Citi Accelerator, em 2015. Em 2017, obteve um aporte de R$ 8,5 milhões para alavancar suas operações no Brasil e no exterior.

Saiba mais sobre WEEL: https://weel.com.br/

Contato para Imprensa:

Miriam Sanger

miriam@weel.com