A antecipação de recebíveis tem se tornado uma operação cada vez mais usada para manter o equilíbrio do fluxo de caixa das empresas. Apesar disso, diversos gestores confundem o tema com endividamento e desconhecem as verdadeiras vantagens desse procedimento.

Diferentemente do empréstimo, a empresa antecipa seus próprios recebíveis, não paga juros pela operação e o risco de devolução do valor antecipado é menor. Portanto, há mais segurança, comodidade e eficiência operacional. Além disso, a transação não é feita por um banco tradicional e sim por uma fintech especializada no assunto — isso torna o processo mais ágil e pouco burocrático.

Neste post, você vai conhecer em detalhes essas e outras vantagens da antecipação de recebíveis. Continue a leitura e saiba mais.

1. A empresa usa seus próprios recebíveis

Quando você vai até o banco e adquire um empréstimo ou financiamento, está obtendo recursos de um terceiro para investir no seu próprio negócio. Nesse caso, esse capital não é seu e você precisará devolvê-lo com juros.

No caso da antecipação, por outro lado, o valor já é seu e você só antecipará os recebíveis a prazo. Em outras palavras, você obtém o crédito que foi concedido aos clientes (na forma de boleto, por exemplo) e que ainda será pago por eles.

Além da segurança, esse modelo de antecipação contribui para que a empresa não contraia dívidas além do que pode pagar, afinal, seu limite está vinculado ao total de recebíveis. Isso colabora para arquitetar um negócio saudável, menos endividado e mais competitivo.

2. Quem antecipa não paga juros

Juros são a remuneração cobrada pelo empréstimo. Os recursos financeiros que você obtém de terceiros serão sempre acrescidos de juros. O ônus é que as tarifas são elevadas e você pode pagar até duas ou três vezes o valor inicial.

Nos bancos, a média de juros no empréstimo vai de 4,5% até 6% ao mês. Dependendo do nível de credibilidade da empresa e do nível de confiança do mercado, esse valor pode ser ainda maior. Portanto, um empréstimo ou financiamento nem sempre é a melhor saída, afinal, o valor total pago é elevado e prejudicial às finanças da organização.

Na antecipação de recebíveis, não existe incidência de juros. Nesse caso, há uma taxa operacional que é estabelecida após a apresentação dos recebíveis (pois assim é possível fazer a análise de risco) e que varia de acordo com cada empresa.

3. A antecipação envolve menos burocracia

A burocracia é outro fator que pode levar ao endividamento. Nos empréstimos, por exemplo, o volume de documentos é tamanho que atrasa o processo, gera despesas adicionais e dor de cabeça aos envolvidos.

Grandes empresas podem até trabalhar bem com essa burocracia, pois têm setor jurídico e contábil próprios, mas empresas menores são prejudicadas.

O processo de análise e antecipação dos recebíveis, por sua vez, é mais ágil e simplificado. Na verdade, tudo pode ser feito por meio de uma plataforma online e gratuita. Os principais dados da operação podem ser visualizados online com clareza, o que agrega segurança à decisão do gestor.

4. O risco de devolução do valor antecipado é baixo

Muitos gestores ou empresários têm medo de precisar devolver o valor antecipado caso seu cliente não honre a dívida, mas essa probabilidade é definitivamente baixa, afinal, a liberação de crédito passa por uma minuciosa análise de risco.

Há meios de crédito mais arriscados e que ameaçam o equilíbrio financeiro da organização. O cartão de crédito é um ótimo exemplo disso. Caso haja atraso no pagamento, os juros anuais ultrapassam 300%. Com o empréstimo e financiamento bancário não é muito diferente. Portanto, se comparado, o risco que envolve a antecipação é baixo.

5. Há aumento da eficiência financeira

antecipação de recebíveis deve ser vista como uma oportunidade de crescimento e desenvolvimento. Além disso, ao contrário do que muitos gestores acreditam, essa modalidade de crédito é muito usada até mesmo por grandes empresas.

A antecipação é uma forma de reduzir o endividamento e garantir maior eficiência financeira. Você pode receber o valor das vendas a prazo e utilizá-lo para fazer compras à vista com os fornecedores, aumentando o poder de barganha por preços atraentes e capazes de diferenciá-lo da concorrência. Em razão disso, não há dúvidas de que favorece o crescimento do negócio.

Nas operações tradicionais de empréstimo e financiamento não é possível alcançar a mesma eficiência financeira, afinal, as taxas de juros vão de 4,5% até 6% ao mês — o que representa um acréscimo significativo ao valor final.

6. É uma alternativa aos empréstimos tradicionais

Por fim, é importante destacar que boa parte dos empréstimos e financiamentos tradicionais só são obtidos pelas grandes organizações. Em 2016, só 13 empresas receberam metade dos créditos aprovados pelo BNDES — os pequenos e médios empresários ficaram com uma parcela inferior.

Portanto, é necessário encontrar novas formas de obter capital por meios não bancários, como a antecipação de recebíveis. O processo de antecipação é feito por uma entidade de fomento mercantil que conhece a realidade do pequeno empresário e que conta com processos menos burocráticos.

Além disso, a entidade de fomento tem um atendimento personalizado e tecnologia de ponta. Toda a operação, da análise inicial dos documentos até o recebimento dos títulos a prazo, pode ser feita pela internet. Assim, você consegue aproveitar melhor o tempo e focar no que realmente importa.

Essas são as principais vantagens da antecipação de recebíveis. Como é possível observar, o processo não é sinônimo de endividamento e pode ser um grande diferencial na gestão financeira.

Ao antecipar contas a prazo, você terá mais recursos financeiros para investir no crescimento da empresa — e mais, poderá contar com capital para negociar dívidas, renovar o estoque e adquirir produtos com preços mais competitivos. Tudo isso com taxas acessíveis, menos burocracia e mais segurança na operação financeira.

Agora que você já conhece as vantagens da antecipação de recebíveis e sabe como esse processo funciona, entre em contato conosco e conheça nossa solução!