PMEs descobrem os benefícios de antecipar com a WEEL

Cada vez mais pequenas e médias empresas brasileiras descobrem os benefícios da antecipação de recebíveis, uma operação financeira na qual o negócio usa seus próprios recursos para seu crescimento. No entanto, ainda existem muitos gestores que não compreendem bem essa opção; são normalmente aqueles que ainda apostam todas as suas fichas na orientação de seus agentes bancários, que lhes oferecem opções caras, lucrativas apenas para sua própria instituição.

Pesquisas mostram também que há empresários que associam a antecipação a endividamento ou a uma prática utilizada somente por empresas mal gerenciadas.

Nunca é tarde saber que estas são atualmente (em um mercado muito mais transparente e globalizado do que no passado recente) “lendas urbanas” que, como muitas outras, rondam o mercado financeiro. Isso acontece especialmente no Brasil, onde a concentração bancária é uma das maiores do mundo. A informação, como sempre, é a melhor arma contra essas lendas (leia mais no texto mitos sobre empresas de factoring).

Felizmente, a antecipação de recebíveis tem sido cada vez mais usada no Brasil como uma modalidade estratégica para as organizações. Segundo a plataforma da WEEL, Fintech brasileira líder na antecipação de recebíveis 100% digital (com mais de 4 mil empresas nacionais cadastradas), elas pertencem a todos os setores imagináveis e estão espalhadas por todo o país.

Em resumo, a antecipação de recebíveis passou a ser vista por empresários e gestores como aquilo que de fato é, ou seja, a forma mais simples e barata de reforçar o fluxo de caixa para:

– Utilizar com mais desenvoltura o caixa da empresa;

– Aproveitar oportunidades únicas de crescimento;

– Aumentar a competitividade ao oferecer prazos mais longos de pagamento aos clientes;

– Investir em novos nichos do mercado dispondo do montante necessário no momento justo.

Nesse post, conheça o que as pequenas e médias descobriram a respeito da antecipação de recebíveis.

1. PMEs contam com disponibilidade imediata de recursos

A antecipação de recebíveis, especialmente quando realizada por meio de Fintechs digitais (nas quais todo o processo é online), permite que você obtenha recursos financeiros de forma ágil e desburocratizada. Despesas com reparos emergenciais de equipamentos ou a cobertura de gastos imprevistos – em momentos em que você não dispõe de recursos em caixa suficientes (mas conta com diversas duplicatas a serem pagas por seus clientes futuramente) para solucioná-los, são algumas das motivações que levam as pequenas e médias empresas a recorrerem à antecipação.

Nesse caso, a antecipação possibilita o acesso a esses valores com extrema velocidade – inclusive no mesmo dia útil, o que favorece também a organização do seu fluxo de caixa. Em outras palavras, você soluciona a situação emergencial e ainda obtém recursos suficientes para dar continuidade ao negócio até o mês seguinte.

2. PMEs ganham agilidade nas operações financeiras

Quem utiliza modalidades como empréstimos bancários sabe: para obter a liberação dos valores, é necessário ter sua conta corrente escrutinada, submeter-se a muita burocracia, esperar um longo tempo pela resposta e depois pelo depósito efetivo do valor. Quando a sua necessidade é urgente, a confirmação pode não chegar a tempo de resolver o seu problema.

No caso da antecipação de recebíveis por meio das Fintechs, há burocracia zero. Você precisa realizar a aprovação de seu cadastro uma única vez e, depois, basta fazer o upload das duplicatas na plataforma para obter a liberação do valor (cada fatura passa, obviamente, por uma instância de aprovação).

Ou seja: você faz tudo a partir de seu computador, muito vezes recebendo o montante em sua conta no mesmo dia da solicitação.

 

3. PMEs reduzem ou até mesmo eliminam parcelas de empréstimos

Empréstimos bancários resultam em dívidas que podem se estender por meses ou até anos. Todo gestor sabe que elas comprometem o orçamento da empresa, e os altos juros cobrados são maléficos ao desempenho do negócio.

Na antecipação de recebíveis, você não recebe um “valor emprestado”, mas sim o adiantamento de um recurso já pertencente à sua empresa, mas que seria recebido em uma data futura. Além disso, paga-se por ela uma única taxa no ato da venda do recebível. Um único encargo, muito inferior aos que incidem sobre as operações de empréstimo ou de financiamento.

4. PMEs não contraem dívidas

Um empréstimo é sempre uma dívida. Ainda que o montante recebido tenha lhe ajudado a arcar com uma despesa urgente, você sabe que continuará devendo esse valor, mudando apenas de credor. A antecipação de recebíveis, ao contrário, nunca representará uma dívida para sua empresa.

5. PMEs diminuem seus próprios riscos de inadimplência

Sabemos que o aumento nos índices de inadimplência em uma carteira de clientes é um grande risco para empresários de todos os segmentos, especialmente em momentos de instabilidade econômica. Gerenciar essa questão é fundamental para garantir o equilíbrio das finanças da empresa. Ao “vender” uma parte dos seus recebíveis a uma Fintech, você garante o recebimento antecipado do seu valor.

Porém, é importante lembrar: antes de a sua oferta de venda dos recebíveis ser aceita, a Fintech analisará também a situação financeira de seu cliente. Caso seu pedido de antecipação seja recusado, você saberá imediatamente que o cliente está passando por problemas de gestão financeira – e terá tempo para preparar-se para lidar com esse tema.

6. PMEs ganham facilidade em negociações

Quando o negócio conta com um bom fluxo de caixa, a empresa ganha mais poder para negociar com clientes e fornecedores. As negociações tornam-se mais flexíveis em muitos aspectos. Os valores finais, o parcelamento, os prazos de entrega e os possíveis descontos para pagamentos antecipados podem ser redefinidos com mais liberdade quando seu caixa está em boa condição.

7. PMEs conquistam novas oportunidades de investimento

Trabalhar com pouco capital de giro geralmente significa ser obrigado a perder grandes oportunidades de negócio — e a antecipação de recebíveis é uma alternativa para ter acesso a elas. É importante, contudo, ficar atento ao fato de que você não contará com os recursos antecipados no futuro.

8. PMEs podem atender a demandas urgentes dos clientes

Há momentos em que a demanda de seus clientes cresce bastante, como a época do Natal. Há outros em que seus clientes precisarão contar com um esforço extra de sua parte para conseguirem realizar alguma estratégia diferenciada de venda. Quando você tem fôlego para atender seu clientes nesses momentos, conquista nele um parceiro fiel.

9. PMEs obtêm liquidez

Toda organização tem um montante a receber e outro a pagar. A proporção entre esses fatores representa a alta ou a baixa liquidez da empresa: em outras palavras, sua capacidade de honrar as dívidas acumuladas em processos de negócio. A baixa liquidez (mais valores a pagar do que a receber no curto prazo) é um mau sinal.

O acesso à antecipação de recebíveis ajuda a equilibrar as contas, pois tem o objetivo de aumentar a sua liquidez. Isso gera uma série de vantagens aos negócios que, mais equilibrados, podem atrair novos investidores e melhorar sua reputação no mercado. Lembre-se de que a liquidez é um indicador-chave de sucesso.

10. PMEs concentram-se em seu core business

Toda empresa tem um core business, o qual deve gerar o lucro planejado. No entanto, muitas vezes, ela também precisa focar em uma série de atividades secundárias, o que pode reduzir sua produtividade e distrair o gestor, tirando dele o foco no que realmente importa. Isso custa dinheiro, tempo e energia.

A antecipação é, sob essa perspectiva, uma maneira saudável e segura de reduzir riscos financeiros. A empresa fomentada (ou seja, aquele que recebeu o adiantamento solicitado) pode manter seu foco na identificação de clientes, parceiros estratégicos e fornecedores, assim como na comercialização dos bens e serviços.

11. PMEs usufruem de custos financeiros inferiores

Especialmente hoje, momento em que o país passa por um período de recuperação macroeconômica, as empresas pagam mais por empréstimos e financiamentos em função do baixo nível de confiança no mercado.

A compra de recebíveis é analisada a partir das ordens de recebimento da empresa solicitante. Isso gera mais confiança à Fintech e, como resultado, custos financeiros mais acessíveis às empresas. Além disso, permite à sua empresa um crescimento rápido e orgânico, sem o endividamento com bancos e outras instituições financeiras.

12. PMEs tomam emprestado maiores valores com menores riscos

Outro benefício da antecipação de recebíveis é o seu baixo risco e a simplicidade do processo. Os custos das Fintechs são bem menores do que os encontradas de instituições bancárias. Além de um melhor custo-benefício, esse processo oferece menos riscos. Afinal, sua empresa estará antecipando o recebimento de um valor que, na teoria, já pertence a ela. Ou seja: você não estará gerando nenhuma dívida.

Quer saber mais a respeito de gestão de PMEs e outros temas relativos ao cotidiano de seu negócio? Conheça o blog WEEL e assine nossa newsletter.