O que é Factoring?

Na busca por financiamento, muitas empresas costumam solicitar empréstimos ou linhas de crédito no banco em que possuem conta, adiam o pagamento total da fatura do cartão de crédito corporativo ou “entram” no cheque especial. Uma das alternativas ainda pouco lembrada no Brasil, mas que costuma ser bem mais barata, é a antecipação de recebíveis, ou seja, o adiantamento de um crédito que a empresa vai receber, mas só dali um tempo, tais como vendas parceladas no cartão de crédito, duplicatas de venda a prazo ou cheques pré-datados. As factorings são, portanto, a empresa que disponibiliza esses valores a receber imediatamente para a empresa e fica responsável por receber o crédito dos clientes.

O nome factoring é traduzido do inglês como desconto de títulos, uma atividade de fomento comercial ou fomento mercantil já praticada há tempos, que é reconhecida e registrada nas Juntas Comerciais de todo o Brasil. Para adiantar o dinheiro ao comerciante ou ao industrial, a factoring fica com os títulos de crédito, o que diferencia sua atividade de um simples empréstimo, no qual o banco ou financeira não têm nenhuma responsabilidade sobre os recebíveis da empresa emprestadora. Por seu serviço, a factoring desconta um percentual do valor dos recebíveis na hora em que deposita o crédito na conta do cliente. Essa taxa varia de acordo com o perfil de risco da empresa-cliente. O grande diferencial entre as factorings fica por conta de sua capacidade de avaliação de risco: quanto melhor e mais informatizada, menores serão os juros que a factoring conseguirá oferecer aos seus clientes.