Saiba por que até as grandes empresas recorrem às factorings

Nos últimos anos, o número de negócios que recorrem a empresas de factoring cresceu bastante no Brasil. Essas empresas o fazem em busca de mais estabilidade financeira, bem como a diminuição dos riscos inerentes ao crédito.

No entanto, ainda existem muitas dúvidas que permeiam o assunto. O que é uma empresa de factoring? Por que grandes companhias estão recorrendo ao serviço? E como uma pequena ou média empresa pode obter benefícios com sua utilização? Ao entender essas questões, você poderá tirar o máximo proveito do tema e tornar a gestão de crédito mais simples e funcional.

Neste post, reunimos os principais aspectos desse tema e algumas dicas do porquê até as grandes empresas recorrem ao factoring. Continue a leitura e saiba mais!

Afinal de contas, o que é factoring?

processo de factoring consiste na venda de seus direitos creditórios (isto é, faturas já emitidas contra seus clientes) à empresa de factoring, que os compra à vista. Desse modo, é possível obter o capital desejado com maior rapidez.

Para ilustrar melhor, imagine a seguinte situação: você recebe uma grande encomenda de determinado produto, mas a venda é a prazo e você só receberá o valor por seus produtos dentro de 60 dias.

Até lá, precisa pagar salários, comprar insumos e fazer a entrega dos mercadoria vendida. Ou seja, você precisa de dinheiro em caixa.

Nesse caso, a empresa de factoring pode comprar os direitos creditórios e antecipar para você os pagamentos, gerando o capital necessário ao funcionamento de seu negócio.

A atividade também é chamada de fomento mercantil, pois viabiliza a gestão financeira de pequenas, médias e até grandes empresas, antecipando o capital financeiro necessário à sua sobrevivência e a seu crescimento. Isso faz com que a antecipação seja considerada uma ótima estratégia financeira.

No entanto, é preciso lembrar que a empresa de factoring compra os recebíveis a um custo inferior do que o nominal. Por outro lado, a empresa fomentada tem acesso fácil, rápido e seguro ao montante desejado.

Por fim, é preciso destacar que a empresa de fomento mercantil não é uma instituição bancária. A factoring não empresta dinheiro a taxas de juros estabelecidas pelo mercado e nem capital de giro parcelado: ela compra recebíveis emitidos por vendas já realizadas.

Por que grandes empresas recorrem às factorings?

No intuito de crescer de forma orgânica, sem recorrer a empréstimos e pagar altas taxas de juros, as organizações recorrem cada vez mais ao factoring.

As grandes empresas buscam o serviço financeiro como uma alternativa ágil, eficiente e com custo atrativo para antecipar os recursos a receber. Quer saber mais vantagens? Continue a leitura!

Manutenção das atividades organizacionais

Toda organização precisa equilibrar entradas e saídas. No entanto, vendas a prazo causam certo desequilíbrio ao caixa da empresa, o que prejudica a manutenção de suas atividades gerenciais e administrativas. A falta de caixa, por sua vez, dificulta a continuidade da produção e até mesmo a comercialização de determinados produtos com prazos de produção mais extensos.

Grandes empresas também enfrentam esse problema. Por essa razão, recorrem às factorings para manter as contas em dia e ter acesso ao capital com custo mais atrativo. Assim, eliminam demandas de empréstimos ou financiamentos.

Obtenção de liquidez do empreendimento

Toda organização tem um montante a receber (chamado de ativo) e outro a pagar (chamado de passivo). A proporção entre esses fatores representa a alta ou a baixa liquidez da empresa: em outras palavras, sua capacidade de honrar as dívidas acumuladas em processos de negócio. A baixa liquidez (mais contas a pagar do que a receber no curto prazo) é um mau sinal.

O acesso à antecipação de recebíveis ajuda a equilibrar as contas, pois tem o objetivo de aumentar a sua liquidez. Isso gera uma série de vantagens aos negócios que, mais equilibrado, pode atrair novos investidores e melhorar a reputação da empresa no mercado. Lembre-se de que a liquidez é um indicador-chave de sucesso.

Ênfase no core business

Toda empresa tem um core business, isto é, uma atividade principal e que gera o lucro planejado. No entanto, muitas vezes, ela também precisa focar em uma série de atividades secundárias, o que pode reduzir sua produtividade e distrair o gestor, tirando dele o foco no que realmente importa. Isso custa dinheiro, tempo e energia.

O factoring é, sob essa perspectiva, uma maneira saudável e segura de reduzir riscos financeiros. A empresa fomentada (ou seja, aquele que recebeu o crédito solicitado) pode manter seu foco na identificação de clientes, parceiros estratégicos e fornecedores, assim como na comercialização dos bens e serviços.

Custos financeiros inferiores

Por fim, é preciso destacar os menores custos financeiros. Especialmente hoje, momento em que o país passa por um período de recuperação macroeconômica, as empresas pagam mais por empréstimos e financiamentos. Afinal, há um baixo nível de confiança no mercado e as taxas de serviços financeiros ainda estão bastante elevadas.

A compra de recebíveis é analisada a partir das ordens de recebimento da empresa solicitante, o que gera mais confiança à factoring e, como resultado, custos financeiros mais acessíveis às empresas. Além disso, permite um crescimento rápido e orgânico, sem o endividamento com bancos e outras instituições financeiras.

Quais os benefícios para as pequenas e médias empresas?

Do mesmo modo que as grandes companhias são beneficiadas, as pequenas e médias empresas podem antecipar o acesso ao capital financeiro desejado e crescer com mais segurança.

Na verdade, o fomento mercantil já é usado por muitos gestores como fator de base para sua estratégia de crescimento.

Um exemplo primário: com dinheiro em caixa, o gestor consegue negociar custos mais atraentes com fornecedores; por outro lado, a equipe de vendas sentirá-se confiante para oferecer ao cliente condições de pagamento mais “confortáveis”, aumentando os resultados do negócio.

Outra vantagem está na redução do risco de crédito. Atrasos ocorrem com frequência em pequenos negócios. O maior problema é que, por vezes, não possuem estrutura financeira para comportar o “buraco” no caixa. Ao antecipar os recebíveis, o empresário ou gestor poderá ficar mais tranquilo para administrar o negócio.

São muitos os benefícios e, exatamente por isso, cada vez mais as grandes empresas recorrem às factorings. Custos acessíveis, segurança, facilidade e rapidez devem sempre ser levados em consideração, pois garantem eficiência ao negócio.

Gostou do assunto e entendeu o que são empresas de factoring? Aproveite para continuar aprendendo conosco. Assine nossa newsletter e receba novidades diretamente em seu e-mail.